Os primeiros passos

Os primeiros passos

Pouco depois de nascer, alguns médicos disseram que eu nunca conseguiria andar pelo meu próprio pé. Depois, que poderia andar, mas nunca conseguiria erguer a cabeça. Agora, não sei se só para contrariar, ando de cabeça bem erguida, de queixo espetado, e tenho uma coleção de sapatos para poder andar por onde e para onde bem me apetecer.

Muitas vezes tendemos a acreditar nas profecias que nos fazem. Frequentemente criamos, nós mesmos, as nossas profecias auto-realizáveis. É preciso mudar o padrão. Criar novas linhas de ação. Inovar e agir, dando passos em direção aos nossos sonhos.

Bom dia. O meu nome é Filomena Afonso Mourinho.

Se gostou, partilhe este artigo.